14/01/2014 - 16h19

Prosamim 2 e 3 avançam no igarapé do Quarenta e bacia do São Raimundo

O Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), etapas II (Bacia de Educandos) e III (São Raimundo), avança em ritmo forte em várias frentes de obras. Até o final de março deste ano, estão previstas as inaugurações de pelo menos três novos parques residenciais somando 660 unidades habitacionais nas zonas sul e oeste da capital, e um novo sistema viário na zona sul.

De acordo com o governador Omar Aziz, além de um importante projeto social e urbanístico, o Prosamim contribui de forma significativa para melhorar a mobilidade urbana na cidade, a partir da construção de novas vias que compõem o projeto, como o sistema viário que interliga a rua Waldomiro Lustoza e a avenida Silves, no Japiim. A obra faz parte do Prosamim II da Bacia de Educandos e está prevista para ser concluída em março. Na área também estão em fase final de execução dois parques residenciais, um no Igarapé do Cajual, no bairro de Santa Luzia e outro no Igarapé da Liberdade, no morro da Liberdade, zona sul, com respectivamente 216 e 210 unidades habitacionais.

Também integram o Prosamim II o viaduto da avenida General Rodrigo Otávio, a construção de seis pontes ao longo do traçado de intervenção, parques de lazer e a abertura de uma nova via ligando a Manaus Moderna ao Distrito Industrial. “São obras importantes que vão ajudar a melhorar o fluxo de veículos na cidade”, observa o governador.
A segunda etapa do Prosamim, alcança o Igarapé do Quarenta e seus afluentes, com obras nos trechos entre a rua Valdomiro Lustosa, no bairro Japiim II, próximo ao Distrito Industrial, e a Ponte da rua Maués, no bairro Cachoeirinha, que englobam construção de 1.020 metros de canal de igarapé, 2.040 metros de sistema viário; implantação de redes de distribuição de alta tensão, construção de retorno no viário que passa próximo à rua Manaus 2000; construção de alça de ligação no viaduto e quatro rampas de acesso. Dessa área foram reassentadas 2.788 famílias, das 4.543 cadastradas.

O Prosamim II tem investimentos de US$ 220 milhões, sendo US$ 154 milhões financiados pelo BID e US$ 66 mi pelo Governo do Estado do Amazonas.

Prosamim do São Raimundo também acelera – Na Bacia do São Raimundo, onde mais de 2,5 mil famílias já foram remanejadas de áreas degradadas, o Prosamim III também está em pleno andamento, com a construção de unidades habitacionais e parques, obras viárias e de macrodrenagem.

As obras e ações socioambientais do Prosamim III começaram a ser executadas no segundo semestre do ano passado. Em pouco mais de um ano de execução, esta etapa do programa, que tem obras nos bairros de Aparecida, São Raimundo, Glória, Presidente Vargas e Centro, avançou significativamente na construção de residências.

Um dos Parques Residenciais do projeto, em frente à rua Presidente Dutra, em São Raimundo, está em fase avançada com previsão de conclusão em março deste ano. Nesta área estão sendo construídas 234 unidades habitacionais e 613 famílias já foram remanejadas. A obra no trecho inclui, ainda, terraplanagem; infraestrutura, urbanismo e construção de sistema viário.

O Prosamim III prevê o reassentamento de 3.754 famílias, das quais 2.507 já foram remanejadas. Os beneficiados recebem bônus moradia, cheque moradia ou pagamento de aluguel, no caso das famílias que vão para unidades habitacionais construídas nos próprios locais de intervenção. De acordo com a Unidade Gestora do Prosamim (UGPI), serão construídos novos parques residenciais na Bacia do São Raimundo, com 780 unidades habitacionais previstas.

Outras frentes – Em uma outra frente de obra, na orla do Rio Negro, o Prosamim III está urbanizado uma área de 730 metros e trabalha na terraplenagem, contenção de encostas e erguimento do platô do futuro Parque Rio Negro. Neste trecho foram reassentadas 315 famílias e as obras também estão previstas para concluir em março. Na área do Igarapé Belchior, no bairro de Aparecida, uma galeria de 240 metros, para macrodrenagem, foi construída no final da Rua Ramos Ferreira.

Com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Governo do Estado vai investir, até 2017, US$ 400 milhões no Prosamim da Bacia do São Raimundo, sendo US$280 milhões financiados pelo BID e US$ 120 milhões de recursos próprios.

Balanço Geral – O Prosamim tem obras em 24 igarapés da capital, sendo que os Igarapés de Manaus, do Bittencourt, do Mestre Chico, do Quarenta, da Freira, das Nações, do Cajual, da Liberdade, do São Raimundo, do Belchior, das Cacimbas e Castelhana são financiados com recursos do BID e do Estado. Os Igarapés da Cachoeirinha, do Franco, do Bombeamento, de Santo Agostinho, do Passarinho, da Sapolândia, dos Franceses, do Bindá, da Cachoeira Grande, da Treze de Maio, da Sharp e de São Sebastião são financiados com recursos dos Governos Federal e Estadual.

Desde que iniciou, em 2006, o Prosamim/BID já reassentou, em suas três etapas de obras um total de 12.648 famílias ou 63.240 pessoas. Somente na primeira etapa, identificada como Prosamim da Bacia de Educandos (Prosamim I), e cujas obras foram concluídas em 2012, o programa beneficiou cerca de 35.000 pessoas.

Nas etapas iniciais foram entregues cinco parques residenciais padronizados, na zona sul de Manaus, somando juntos 2.001 unidades habitacionais; foram recuperados mais de 15 mil metros lineares de igarapés e implantados 140 km de rede de esgoto sanitário em cinco bairros da zona sul.

O programa também construiu pontes novas e vias para escoamento do trânsito de veículos; restaurou e recuperou a centenária Ponte Benjamim Constant; construiu sete parques com áreas verdes e para o lazer, que somam quase 60 hectares e ajudou a reduzir, com suas obras e ações sociais, mais de 50% da criminalidade nas áreas da capital do Estado onde executou obras, bem como a quantidade de coliformes fecais que escoavam das palafitas para dentro dos igarapés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook