31° 26° Manaus, AM
18/12/2011 - 09h08

Últimos três líderes do sequestro de Wellington Lins são presos em Rurópolis (PA)

Uma fonte do blog, em Santarém (PA), acaba de informar que os três sequestradores do empresário Wellington Lins ainda em liberdade, Fabrício da Silva Sales, o “Marcelinho”, 18 anos, com seus dois auxiliares diretos, Emerson da Silva Brito e Demersom Oliveira da Silva, foram presos na manhã deste domingo, em Rurópolis Presidente Médici (PA), cidade localizada a 1.170 km de Belém. A prisão se deu em cumprimento a mandado de prisão, por carta precatória, emitido pela juíza amazonense Andréa Medeiros, da 5ª vara criminal de Manaus.

Policiais do Grupo Fera, do Amazonas, levaram o mandado até Santarém (PA), onde os três estavam refugiados. Um juiz local emitiu o cumpra-se, mas eles conseguiram fugir. Cube à polícia do Pará efetuar a prisão, com o auxílio dos amazonenses.

Rurópolis fica bem no entroncamento da Rodovia Transamazônica com a Rodovia Cuiabá-Santarém, facilitando as vias de acesso a todas as regiões brasileiras. Os três estavam sem os R$ 700 mil do dinheiro do resgate do empresário ainda não encontrados, que a polícia suspeita estejam escondidos em Manaus.

O fio da trama do sequestro foi encontrado na segunda-feira (12/12), com as prisões de Caio Júnior Ferreira Machado, o “Negão”, que trabalha com a instalação de som na Praça 14, Amarildo dos Santos Gomes, o “Tico”, encarregado de recolher o dinheiro depositado pela família no mato, em frente ao posto de gasolina próximo ao aeroporto Eduardo Gomes, e Moacir Teixeira da Silva, o “Pajé”, um dos mais próximos de Marcelinho.

Outras duas prisões, as do menor MSQ, 17, empregado da faculdade Fametro, onde Wellington é diretor, e adotado pela esposa do sequestrado, Maria do Carmo Lins, e a de Camila de Oliveira Falcão, que assistiu e revelou os detalhes de todas as reuniões preparatórias do sequestro, foram igualmente decisivas.

A parte do dinheiro dos que estavam em Manaus já foi recuperada. Agora falta recuperar a parte dos que foram presos em Rurópolis. Os detalhes dessa prisão só devem ser revelados quando os homens do Grupo Fera desembarcarem em Manaus, nas próximas horas, trazendo Marcelinho, Emerson e Demerson.

LEIA AS OUTRAS NOTÍCIAS DO SEQUESTRO NO BLOG:

‘Chefão’ do sequestro de Wellington tem 18 anos e planejou, dirigiu e ficou com a parte do leão

Sequestro leva juíza a expedir 48 mandados de busca e

apreensão e 21 de prisão

Dinheiro do resgate de Wellington Lins recuperado estava

espalhado. Preso hoje revelou onde

Recuperados cerca de R$ 300 mil do resgate pago a

sequestradores de Wellington Lins

Preso leva polícia a cativeiro de Wellington Lins no KM-3,

BR-174, ramal da Prainha

Funcionário da Fametro envolvido em sequestro foi

‘adotado’ por esposa de Wellington Lins

Dois sequestradores presos pela polícia são cariocas

ligados ao Comando Vermelho

Esposa de Wellington Lins: ‘A gente pensava que Manaus

era uma cidade segura’

Família paga R$ 1 milhão e liberta Wellington Lins de

cativeiro que durava desde sábado

2 comentários para “Últimos três líderes do sequestro de Wellington Lins são presos em Rurópolis (PA)

  1. Sandra Veras disse:

    É uma pena que todos sejam pessoas ovens e que agora devam passar uma boa parte de suas vidas atras de grades…
    Agora vamos aos fatos, isso é a representação de que os pais não podem bater porque as leis existentes não permitem, o que fazem os jovens: assistem filmes e mais filmes fora as lans que ensinam através de jogos o errado, repercutindo assim na formação das crianças que tornam-se bandidos por indução.
    Pai e mãe nao podem bater, e o que a policia esta fazendo a uma hora dessas??? dado carinho que não esta.
    De merecer ninguem merece… mas os Lins não sei não….

    Espero que os pais tomem vergnha na cara e eduquem seus filhos pra que não se tornem bandidos através de filmes e joguinhos de lans…

  2. Paulo Berger disse:

    No meu parco modo de entender, sequestrador, estuprador, e corrupto… Julgamento imediato e pena de morte no dia seguinte. Para que ir preso? Consumir dinheiro público e depois sair fazendo pior? Guilhotina neles! Rápido, seguro e barato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook