04/11/2011 - 19h39

Operação Tentáculos prendeu 48 e apreendeu 24 carros, quatro motos, armas, dinheiro e drogas

A ‘Operação Tentáculos”, deflagrada hoje pela manhã, cumpriu 112 mandados, sendo 55 de prisão e 57 de busca e apreensão. A ação teve como objetivo de prevenir e reprimir o tráfico de entorpecente e homicídios ligados ao tráfico.

Presos foram alojados numa sala do Sambódromo, enquanto eram lavrados os flagrantes

Entre os presos estão os policiais militares cabo Miramar Bonifácio da Silva, 48; e os soldados Isaac Sá Cordeiro, 42, Robson Pereira de Araújo, 36, e o cabo Aidy Salan de Souza, 37. Aidy é casado com Rita de Cássia, policial civil, também presa na operação, ambos sob a acusação de envolvimento com o tráfico de drogas.

Ozenir Alves de Souza Filho tem sido confundido como o sexto policial preso, mas ele é apenas funcionário efetivo do setor administrativo da Polícia Civil.

 

Curiosidades

Um casal foi preso, durante o cumprimento de um dos mandados, com seis quilos de pasta base de cocaína, no Parque Residencial Eduardo Gomes, do Hileia, ela com 53 anos e ele com 60. Os nomes dos dois ainda não foram revelados.

Acusado de ter matado um homem, no porto de Manaus, dia 10 de agosto, o homicida Márcio Pessoa da Silva, 30, conhecido como “Marcinho Matador”, conseguiu a liberdade e foi preso hoje, sob acusação de outro homicídio.

Marcinho matador tira uma soneca, indiferente à prisão, enquanto espera o flagrante

Os 112 mandados, expedidos pelo juiz Mauro Antony, da 2ª Vara Especializada de Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (2ª Vecute), são baseados em acusações de homicídio, roubo, falsificação, estelionato e tráfico de drogas.

 

Dependência química

De acordo com o Secretário de Segurança Pública, Paulo Vital, a operação é a continuidade dos trabalhos que já vem sendo realizado pelas Polícias Civil e Militar, que visa principalmente preservar os jovens da dependência química, que está diretamente ligada a vários outros crimes. Informou ainda que está assumindo a titularidade da Secretaria de Segurança Pública agora, e que por determinação do Governador Omar Aziz, se combata a criminalidade, principalmente o tráfico de entorpecente, por ser uma das vertentes do aumento da violência e demais crimes.

Para o Delegado-Geral, Mário César Nunes, hoje o tráfico de entorpecente tem sido o principal fator desencadeador do aumento da criminalidade, visto que, está associado a outros crimes, como homicídios, aliciação de menores de idade ao crime, entre outros. “Ações como esta inibe a criminalidade e retira da sociedade pessoas que são nocivas as famílias”.

 

Operação

Participaram da operação 300 policiais, sendo 194 policiais civis, 32 delegados, 134 investigadores, 25 escrivães, dois peritos criminais e um perito legista, 106 policiais militares. A coordenação geral da ação foi do Delegado-Geral de Polícia, Mário César Nunes, coordenação operacional do Delegado-Geral Adjunto, Antônio Chicre Neto, do Secretário da Seai, Thomaz Vasconcelos e da delegada-adjunta da Seai, Tâmera Maciel. Pela Polícia Militar a coordenação geral foi do Coronel Almir David, comandante geral da PM. Foram oito meses de investigação, levantamento de dados, localização e endereços dos alvos, para que a operação pudesse ser realizada.

Apreensão

Foram apreendidos 24 carros, quatro motocicletas, R$ 39.347,10 em dinheiro, R$ 4 mil em cheques, 11 armas, 306 munições de diversos calibres, oito máquinas fotográficas, 11 televisores de LCD, cinco aparelhos de dvd, uma filmadora, um Home Theater, uma câmera filmadora, uma caixa amplificada, cinco rádio comunicadores, nove pen drives, quatro balanças de precisão, várias mídias piratas, três cpus, um monitor, seis auto-falantes, quatro vídeo games, seis notebooks, um aparelho de som, jóias, documentos, cartões de crédito diversos, dois tablets, duas balaclavas e material para embalar e batizar entorpecente.

Veículos apreendidos na operação

Prisões

Durante a ação foram presas 48 pessoas e apreendida uma adolescente de 17, são eles:

1 – Policial militar Aidy Salam de Souza, 37, lotado no Batalhão de guarda;

2 – Investigadora Rita de Cássia Corrêa Pessoa, 38

3 -  Cabo da Policia Militar Isaac Sá Cordeiro, 42;

4 –  Ozenir Alves de Souza Filho, (administrativo da policia civil);

5 – Bruna Daiane Maquine Pereira, 18, (mulher de Alla);

6 – Johnsson Alves Barbosa “Playboy”, 23;

7 – Alterley da Cunha Ferreira “Teley”, 46;

8 – Jairo Martins da Costa, “gordinho”,30, (irmão de Ângela);

9 – Samira Assunção de Lima (companheira de Jairo), 22;

10 – Julio Monteiro da Silva;

11 – Yan de Paula Viana de Jesus, 19;

12 –  Ramon Carvalho de Oliveira, 19;

13 –  Ciclene Ribeiro Gomes (irmã de Cirlene), 37;

14 -  Cirlene Ribeiro Muller “Loura”;

15 –  Marcos Ribeiro Muller “Marquinhos”, 25, (filho da Cirlene “Loura”);

16 -  Evaldo Gomes Pereira, 60;

17 – Marli Lima Pereira, 53, (mulher de Evaldo);

18 – João Roberto Ramos “Raul da Glória”, 48;

19 – Flávia Santos dos Santos (filha de Raul);

20 – Valdemir Alves de Araújo (Funcionário Público – SEDUC);

21 – Aderildo Rodrigues de Souza (Aderodinho);

22 –  Osmar de Jesus Santos “Henrique”,40

23 – Ricardo de Souza Negrão “ Cabo”, 31;

24 – Jerffeson Linhares Colares “Jefinho”, 24;

25 – Ângela Vanessa Carvalho da Silva (esposa do Jefinho), 25;

26 – Ronairon Moreira Negreiros, “Ronário”, 29;

27 – Maike Pessoa da Silva “Paiú”, 26;

28 – Jania Carvalho Simplício ( esposa de Arnaldo), 39;

29 -  Arnaldo Braga de Oliveira, 38;

30 – Edvaldo Bulhão Lima “ Carioca”, 32;

31 – Márcio Pessoa da Silva “Marcinho matador”, 33;

32 – Ingsson de Paula Viana de Jesus, 21;

33 – Diego dos Santos Ferreira;

34 – Karol Kagi de Almeida;

35 – Jorge Clay Lopes da Costa, 33;

36 – Waldecy da Silva Neves de Andrade, 40;

37 – Ana Araújo de Lima, 47;

38 –  Jonathan Renan Castro da Encarnação, 20;

39 – Soldado da policia militar Robson Pereira de Araujo, 36;

40 – Manoel Ernandes Silveira de Araújo, 32;

41 – Gilmara Cunha Carlos, 33 ( irmã da Tânia);

42 – Cabo da Policia Militar Miramar Bonifacio da Silva;

43 – Ramila Queiroz Pereira, 19;

44 -  Alexandre de Oliveira Lemos,  “Allá”;

45 – Joelson da Silva Dourado;

46 – Erika Mayara Picanço de Oliveira;

47 – Rose Anne Damasceno de Souza;

48 – José Benildo Soares de Souza Filho “pukeka”.

Após a conclusão dos procedimentos dos mandados de prisão, de busca e apreensão e dos flagrantes, os presos serão encaminhados a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro. A adolescente foi encaminhada a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), para realização dos procedimentos cabíveis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Facebook